a
Todos os direitos reservados 2022
Cardoso & Advogados Associados
.
CNPJ 24.723.912/0001-50

9:00 - 18:00

Abrimos de Segunda - Sexta.

(21) 3189-6625

Aguardamos pelo seu contato

Search
Menu

São Paulo terá 501 mil doses da vacina de Oxford; Amazonas receberá 132,5 mil

Cardoso Advogados Associados > Blog Cadv  > Artigos Jurídicos  > Legislação  > São Paulo terá 501 mil doses da vacina de Oxford; Amazonas receberá 132,5 mil

São Paulo terá 501 mil doses da vacina de Oxford; Amazonas receberá 132,5 mil

[ad_1]


São Paulo será o Estado a receber a maior parte das 2 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca importadas da Índia, informou o Ministério da Saúde. O Estado ficará com 25% do total (501.960 doses), seguido de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Amazonas e Bahia.

O Estado do Amazonas, que convive com uma crise sanitária agravada pela escassez de oxigênio hospitalar, receberá 132,5 mil doses. O volume equivale a 6,6% da carga que chegou ao Brasil nesta sexta-feira.

Minas Gerais terá 190,5 mil doses, ou 9,5% do todo; o Rio de Janeiro ficará com 185 mil (9,25%) e a Bahia, com 119,5 mil (6%). Esses Estados completam a lista dos cinco maiores beneficiados.

Segundo o Ministério da Saúde, a data programada para entrega das doses é neste domingo (24).
Vacinas da AstraZeneca/Oxford contra Covid-19 produzidas pelo Instituto Serum, na Índia, chegam à base aérea do Galeão
Fernando Frazão/Agência Brasil
Abaixo, segue a relação completa das doses a serem distribuidoras a cada Estado:
São Paulo: 501.960
Minas Gerais: 190.500
Rio de Janeiro: 185.000
Amazonas: 132.500
Bahia: 119.500
Rio Grande do Sul: 116.000
Paraná: 86.500
Pernambuco: 84.000
Ceará: 72.500
Goiás: 65.500
Pará: 49.000
Maranhão: 48.500
Santa Catarina: 47.500
Distrito Federal: 41.500
Paraíba: 36.000
Espírito Santo: 35.500
Rio Grande do Norte: 31.500
Alagoas: 27.500
Piauí: 24.000
Mato Grosso: 24.000
Mato Grosso do Sul: 22.000
Sergipe: 19.000
Rondônia: 13.000
Tocantins: 11.500
Amapá: 6.000
Acre: 5.500
Roraima: 4.000

[ad_2]

Source link

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.