a
Todos os direitos reservados 2022
Cardoso & Advogados Associados
.
CNPJ 24.723.912/0001-50

9:00 - 18:00

Abrimos de Segunda - Sexta.

(21) 3189-6625

Aguardamos pelo seu contato

Search
Menu

A aposta da NBA em cursos digitais para massificar o basquete no país

Cardoso Advogados Associados > Covid  > A aposta da NBA em cursos digitais para massificar o basquete no país

A aposta da NBA em cursos digitais para massificar o basquete no país

A NBA, mais importante liga profissional de basquete do mundo, está lançando no Brasil uma plataforma com cursos digitais com o objetivo de popularizar o esporte no país. Chamada de jr. nba, a plataforma terá inicialmente um curso inédito de capacitação para técnicos, professores e instrutores de educação física.

O Brasil é o terceiro maior mercado da NBA no mundo, atrás apenas de Estados Unidos e China. Há uma base estimada em 44 milhões de fãs da liga americana no país, e massificar o esporte a partir do impacto em crianças e adolescentes ampliará não apenas esse público potencial como atenderá a objetivos de promoção de saúde e bem-estar.

O curso é composto por seis módulos com carga de 40 horas e metodologia desenvolvida por profissionais da NBA em parceria com o Impulsiona, o programa de educação esportiva do Instituto Península.

  • Quer saber em primeira mão tudo o que acontece em lifestyle, negócios, investimentos e muito mais? Assine a EXAME

A iniciativa pioneira no Brasil tem como meta capacitar cerca de 10.000 profissionais até o fim do ano, com efeito multiplicador sobre crianças que terão acesso ao método de ensino chancelado pela NBA.

A liga convidou atletas consagrados e ídolos do esporte para participar do programa, muitos dos quais com experiência na NBA e na WNBA, como Anderson Varejão, Damiris Dantas, Alex Garcia, Clarissa dos Santos, Alessandra Oliveira, Guilherme Giovanonni e Helen Luz: eles vão levar informações, depoimentos e experiências para os treinadores.

“Reunimos os melhores profissionais para apresentar o melhor currículo para o nosso mercado. Criamos um modelo que pretende revolucionar os conceitos de formação no país, focando no ensino e no fomento do basquete”, disse Rodrigo Vicentini, Head da NBA no Brasil, à EXAME.

“A plataforma jr. nba vai impactar milhões de jovens e crianças pelos próximos anos por meio dos educadores, que vão receber conteúdos e uma metodologia completa em termos de aprendizado, técnicas e suporte”, afirmou.

Nos próximos meses, haverá videoconferências e paineis para professores, técnicos e instrutores. Eles terão acesso a informações sobre regras, imagens, exercícios, conteúdos audiovisuais de apoio, sugestões de atividades e dicas para adaptar espaço e estrutura para as aulas.

“O curso foi pensado para a prática esportiva em qualquer nível, seja em ambientes mais preparados, seja em espaços com menos recursos, além de uma comunicação leve, com interação também pelas redes sociais”, disse Vicentini.

Além disso, treinadores e educadores terão acesso a atividades interativas e poderão participar de um programa de benefícios com direito à troca de pontos por produtos oficiais da NBA.

A iniciativa da NBA chega em um momento em que milhões de crianças e adolescentes ficaram privados de atividade física: sete em cada dez jovens não realizaram exercícios durante a pandemia, segundo relatórios da Unicef.

Oito em cada dez jovens brasileiros entre 11 e 17 anos não fazem exercícios regularmente, e uma em cada três crianças é considerada obesa, segundo a Organização Mundial de Saúde. É um quadro que foi agravado pela pandemia do coronavírus.

Para engajar esse público, a NBA vai apresentar o “Desafio Geração jr. nba” nos canais do jr. nba no YouTube e no Instagram. O objetivo: encontrar novos criadores de conteúdos digitais para os canais da plataforma no Brasil.

A plataforma jr. nba segue as orientações da Base Nacional Comum Curricular e é certificada pela NBA, pelo Impulsiona e o Instituto Singularidades, a faculdade de formação de professores do Instituto Península.