a
Todos os direitos reservados 2022
Cardoso & Advogados Associados
.
CNPJ 24.723.912/0001-50

9:00 - 18:00

Abrimos de Segunda - Sexta.

(21) 3189-6625

Aguardamos pelo seu contato

Search
Menu

FII de agências do BB renova locação com 17% de desconto; entenda impactos

Cardoso Advogados Associados > Covid  > FII de agências do BB renova locação com 17% de desconto; entenda impactos

FII de agências do BB renova locação com 17% de desconto; entenda impactos

O fundo imobiliário BB Progressivo II (BBPO11) anunciou nesta segunda-feira, 30, em fato relevante, a primeira etapa de sua renegociação com seu único locatário: o Banco do Brasil (BBAS3)

O fundo – que administra 64 imóveis de agências e escritórios do BB em todo o país  – renovou o contrato de locação de 86% dos imóveis por mais cinco anos, oferecendo uma taxa de desconto de 17% pela renovação.

Já descontados os custos da renegociação, os cotistas deverão enfrentar uma queda de aproximadamente 24% em relação aos últimos rendimentos distribuídos. Em fato relevante, a BV Asset, administradora do fundo, destacou que esta é uma redução “bastante inferior ao que era esperado pelo mercado”.

Os investidores parecem estar de acordo, tanto que, após a notícia, o preço do BBPO11 avançou quase 4% na bolsa. Às 15h45, a cota era negociada a 115,8 reais, em alta de 1,98%. 

Entenda o caso

A alta pode ser explicada pela redução das incertezas em torno do fundo. O contrato atípico firmado entre o fundo e o banco prevê uma sociedade de 10 anos, que chega ao fim em 2022 e pode ser renovada por outros 10 anos. Em janeiro deste ano, no entanto, o BB anunciou que iria fechar 112 agências como parte de um plano de reorganização, o que poderia impactar diretamente no patrimônio do BB Progressivo II.

Com o anúncio do fechamento de agências tão próximo da renovação do acordo, muitos investidores ficaram apreensivos com o futuro do fundo, e o FII registrou uma perda mensal de 7,21% na bolsa em janeiro. No acumulado do ano, o BBPO11 ainda acumula perdas de 6,56%.

Na avaliação do professor Arthur Vieira de Moraes, da Exame Academy, as recentes quedas no preço de negociação da cota já contavam com um risco de desconto nos aluguéis. Além disso, a redução no rendimento foi menor do que a esperada pelo mercado. “Considerando o valor atual de 113,55 reais (fechamento do pregão de sexta-feira), um rendimento de 0,82 reais levaria a um rendimento razoável de 0,72% ao mês ou 8,64% ao ano”, conclui.

Agora, com 58 dos 64 imóveis com contrato renovado, o FII pode ensaiar uma recuperação. Segundo a BV Asset, “a expectativa é de que o valor das cotas do fundo [após o anúncio] se mantenha estável ou positivo”.

Os seis imóveis que ficaram de fora do acordo ainda estão com as negociações abertas. Caso ocorra uma renovação parcial, é possível que o preço das cotas do fundo tenha uma nova reação positiva.