a
Todos os direitos reservados 2022
Cardoso & Advogados Associados
.
CNPJ 24.723.912/0001-50

9:00 - 18:00

Abrimos de Segunda - Sexta.

(21) 3189-6625

Aguardamos pelo seu contato

Search
Menu

Ibovespa fecha em queda e perde os 120 mil; CVC despenca após balanço

Cardoso Advogados Associados > Covid  > Ibovespa fecha em queda e perde os 120 mil; CVC despenca após balanço

Ibovespa fecha em queda e perde os 120 mil; CVC despenca após balanço

O Ibovespa fechou em queda de 1,66%, a 119.180 pontos, nesta segunda-feira, 16, em preocupações fiscais e relacionadas à retomada da economia global, após dados da China voltarem a sair abaixo das expectativas.

Divulgada ainda na noite de domingo, a produção industrial chinesa teve alta anual em julho de apenas 6,4% ante expectativa de crescimento de 7,8%. A China ainda decepcionou em seus dados de vendas do varejo, com o aumento de 8,5% frustrando o consenso de mercado de 11,5%. Os números abaixo do esperado reforçaram os temores sobre os efeitos de novos casos de coronavírus na Ásia. 

Aprenda a ler o resultado de uma empresa e a calcular o valor justo de uma ação. Saiba como começar

Os dados negativos também pressionaram o mercado europeu, com o Stoxx 600 fechando em queda de 0,5% e encerrando uma sequência de dez pregões seguidos de alta. Nos Estados Unidos, os índices Dow Jones e S&P 500 apagaram as perdas no meio da tarde e encerraram em alta, renovando seus respectivos recordes. O índice Nasdaq fechou em queda de 0,20%.

Na bolsa, as ações da Petrobras (PETR3/PETR4) tiveram papel decisivo na queda do Ibovespa. Com a segunda maior participação do índice, os papéis da estatal caíram mais de 2%, acompanhando a desvalorização do petróleo brent, referência para sua política de preços.

A commodity reagiue à escalada da crise política no Afeganistão após o grupo fundamentalista Talibã tomar a capital, Cabul. O grupo implementou uma rápida campanha militar que conquistou diversas cidades do país após a retirada das forças americanas.

É um momento de muita incerteza para a região do Oriente Médio, que é muito influente na produção de petróleo”, afirma Luís Mollo, analista do BTG Pactual digital.

A Vale, com a maior participação do Ibovespa, fechou em leve alta de 0,46%, se recuperando das perdas do início do pregão. Já as siderúrgicas Usiminas (USIM5) e CSN (CSNA3) tombaram 5,3% e 2,7%, respectivamente, após analistas do Itaú BBA rebaixarem a recomendação dos papéis de compra para neutra. Segundo eles, os sinais de menor demanda na China pode enfraquecer o mercado de aço.

Destaques da bolsa

Apesar da forte desvalorização das siderúrgicas, foram as ações da CVC (CVCB3) que lideraram as perdas do Ibovespa, com queda de 8,56%, após a divulgação do resultado do segundo trimestre. Com fortes restrições de mobilidade no início do segundo trimestre, a empresa voltou a registrar prejuízo, registrando perdas de 176,2 milhões de reais. Já a receita ficou em 115,5 milhões de reais, abaixo das expectativas de mercado e menor do que os 165,9 milhões de reais registrados no primeiro trimestre do ano. 

A Via, que passaou a ser negociada hoje sob o ticker (VIIA3), fechou em queda de 6,11%. 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.