a
Todos os direitos reservados 2022
Cardoso & Advogados Associados
.
CNPJ 24.723.912/0001-50

9:00 - 18:00

Abrimos de Segunda - Sexta.

(21) 3189-6625

Aguardamos pelo seu contato

Search
Menu

Israel aplicará doses de reforço contra Covid-19 para todos os vacinados

Cardoso Advogados Associados > Covid  > Israel aplicará doses de reforço contra Covid-19 para todos os vacinados

Israel aplicará doses de reforço contra Covid-19 para todos os vacinados

Israel começou neste domingo a oferecer dose de reforço contra a Covid-19 para jovens a partir de 12 anos, e o primeiro-ministro do país disse que uma campanha que começou há um mês com essa estratégia para os idosos desacelerou a taxa de doenças graves causadas pela variante Delta.

  • Entenda como o avanço da vacinação afeta seus investimentos. Aprenda com a EXAME Academy

Ao anunciar a decisão, autoridades de saúde israelenses disseram que a eficácia da segunda dose da vacina da Pfizer-BioNTech diminuiu seis meses após a administração, tornando necessária a aplicação de um reforço.

“A terceira dose nos leva ao nível de proteção alcançado pela segunda dose logo depois de aplicada”, disse Sharon Alroy-Preis, chefe de saúde pública do Ministério da Saúde de Israel.

“Isso significa que as pessoas estão 10 vezes mais protegidas após a terceira dose da vacina”, acrescentou ela em entrevista coletiva, na qual foi anunciada a expansão da campanha pela terceira dose.

Os elegíveis para a terceira dose podem recebê-la desde que pelo menos cinco meses tenham se passado desde a segunda injeção – um período de tempo menor que o intervalo de oito meses em vigor nos Estados Unidos, que está considerando reduzir o tempo de espera.

Na esperança de conter a propagação da variante Delta, altamente contagiosa, Israel começou a administrar a dose de reforço à sua população mais velha há um mês e tem diminuído gradualmente a idade do público alvo, que estava em 30 anos antes do anúncio deste domingo.

Até agora, 2 milhões de pessoas em uma população de 9,3 milhões receberam três doses.

“Já há resultados: o aumento da morbidade grave começou a diminuir”, disse o primeiro-ministro Naftali Bennett em um comunicado. “Mas temos que completar a terceira dose para todos os nossos cidadãos. Convido os maiores de 12 anos a tomar a terceira dose imediatamente.”