a
Todos os direitos reservados 2022
Cardoso & Advogados Associados
.
CNPJ 24.723.912/0001-50

9:00 - 18:00

Abrimos de Segunda - Sexta.

(21) 3189-6625

Aguardamos pelo seu contato

Search
Menu

Sabesp inaugura primeira Estação Elevatória de Água movida a gás do Brasil

Cardoso Advogados Associados > Covid  > Sabesp inaugura primeira Estação Elevatória de Água movida a gás do Brasil

Sabesp inaugura primeira Estação Elevatória de Água movida a gás do Brasil

Por Bússola

A Sabesp, a Prefeitura de Osasco e a Comgás inauguraram ontem, 31, a primeira Estação Elevatória de Água com bombeamento a gás do Brasil. Segundo o diretor Metropolitano da Sabesp, Ricardo Borsari, o empreendimento faz parte de um conjunto de ações para reduzir perdas de água em Osasco. “A obra atenderá principalmente aos pontos mais altos de fornecimento da rede, garantindo pleno abastecimento da população do município”, explicou.

Para distribuição de água a regiões mais altas, a Sabesp utiliza uma estação elevatória de água tratada que conta com um sistema de bombeamento. Para esse sistema funcionar, normalmente é preciso energia elétrica.

Com a nova tecnologia, o acionamento das bombas deixa de ser elétrico e passa a ser feito por um motor a gás natural. A mudança permite maior estabilidade no bombeamento, aprimorando a eficiência operacional e garantindo maior regularidade no fornecimento de água, além de diversificar a matriz energética.

“A estação com tecnologia a gás é uma inovação importante, que se tornou possível porque estamos juntos com a Comgás. E a ideia da Sabesp é trabalhar sempre em parceria, com a Comgás ou outras empresas, porque isso resulta em ganhos para a população”, diz o diretor-presidente Benedito Braga.

Em comparação, o gás natural tem apresentado regularidade de fornecimento até 80 vezes maior que a eletricidade na Região Metropolitana de São Paulo. A aplicação oferece tecnologia consolidada de baixo risco e ambientalmente amigável.

Os bairros beneficiados são Conceição e Jardim Primeiro de Maio (Chácara Fazendinha), atendendo 9.300 pessoas.

“Além da segurança operacional e energética, esse projeto traz um ganho de 15% de eficiência quando comparado aos sistemas tradicionais. É mais energia com menos emissões”, afirma o presidente da Comgás, Antonio Simões.

Além da inovação na elevatória que passa a funcionar a gás, foram realizadas obras de implantação de 6 km de adutoras, substituição de 25 km de tubulações, 16.500 trocas de ramais, entre outras ações que reduziram em 25% as perdas de água da região Sul de Osasco. O investimento total nesse programa de redução de perdas foi da ordem de R$ 50 milhões.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

Veja também