a
Todos os direitos reservados 2022
Cardoso & Advogados Associados
.
CNPJ 24.723.912/0001-50

9:00 - 18:00

Abrimos de Segunda - Sexta.

(21) 3189-6625

Aguardamos pelo seu contato

Search
Menu

Sob panelaço, Bolsonaro cita vacinas, PIB e recorde na bolsa

Cardoso Advogados Associados > Covid  > Sob panelaço, Bolsonaro cita vacinas, PIB e recorde na bolsa

Sob panelaço, Bolsonaro cita vacinas, PIB e recorde na bolsa

Em pronunciamento nesta quarta-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) destacou em seu pronunciamento o fato do Brasil ter ultrapassado nesta quarta-feira a marca de 100 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 distribuídas, afirmando que o Brasil é um dos cinco países que mais vacinaram no mundo.

  • O mundo está mais complexo, mas dá para começar com o básico. Veja como, no Manual do Investidor 

O presidente também falou sobre a evolução das vacinas no país, destacando o contrato firmado recentemente com a AstraZeneca para a fabricação de vacinas de forma totalmente autônoma e nacional. O acordo entre ambas as entidades foi celebrado na véspera e a previsão é a de que a produção do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) 100% brasileiro comece em junho.

Ainda assim, a fundação reduziu a estimativa de doses disponibilizadas ainda em 2021 em 10 milhões, passando a entregar 100 milhões de doses até o fim do ano, com um possível hiato na produção entre agosto e setembro por causa de doses condicionadas à produção do IFA importado.

Solidariedade às famílias

Bolsonaro também prestou condolências às famílias das vítimas da covid-19.”Sinto profundamente cad vida perdida em nosso país”, afirmou no início do discurso. 

Ao mesmo tempo, Bolsonaro manteve a postura contrária ao isolamento social “O nosso governo não tirou empregos”, disse.

Copa América 

Em relação à Copa América, o discurso do presidente teve como objetivo rebater as críticas à realização do campeonato em solo nacional, tendo em vista o avanço da pandemia no país. A Copa América seria disputada pela primeira vez em sua história em dois países, Argentina e Colômbia, entre 13 de junho e 10 de julho. A Colômbia deixou de ser uma das sedes em 20 de maio, após semanas de protestos contra o governo do presidente Iván Duque. A Argentina desistiu de sediar o campeonato de seleções no domingo, 30, devido à piora da pandemia de covid-19 no país. 

No Brasil, país em que especialistas em saúde ainda recomendam medidas de restrição para conter o avanço da doença e minimizar o risco de novas variantes, o cenário destacado pelo presidente foi diferente. Em declaração nesta terça-feira (1), Bolsonaro confirmou que o Brasil sediaria a competição e anunciou as sedes : “Não tínhamos porque ter qualquer posição contrária”. 

Auxílio Emergencial e investimentos 

O presidente também ressaltou a aprovação do Pronampe, com a nova lei sancionada nesta quarta-feira, com o intuito de ajudar os pequenos e médios empresários, principalmente no setor de eventos.  O Pronampe foi instituído no ano passado, como medida emergencial de enfrentamento ao impacto econômico da pandemia da covid-19. O programa liberou cerca de 37,5 bilhões de reais em empréstimos, em um total de 517.000 operações.

Em relação ao Auxílio Emergencial, Bolsonaro afirmou: “Destinamos em 2020 320 milhões para atender os mais humildes. Esse montante é equivalente a mais de 10 anos de bolsa família.”

O presidente também destacou que o governo trabalha em privatizações e que a Bolsa bateu recordes por dias seguidos, além de mencionar os investimentos em infraestrutura, especialmente de internet em regiões de difícil acesso. Durante sua fala, também mencionou os ressultados da Caixa Econômica Federal, afirmando que passou a dar lucro a partir da gestão executada em seu governo.

Por fim, Bolsonaro disse: “O PIB projetado para 2021 prevê um crescimento de superior a 4%, só no primeiro trimestre deste ano, a economia mostrou o seu vigor, estando nas economias que mais cresceram”.

  • Entenda como as decisões do Planalto, da Câmara e do Senado afetam seus investimentos.Assine a EXAME.