a
Todos os direitos reservados 2022
Cardoso & Advogados Associados
.
CNPJ 24.723.912/0001-50

9:00 - 18:00

Abrimos de Segunda - Sexta.

(21) 3189-6625

Aguardamos pelo seu contato

Search
Menu

Pesquisadores da USP identificam endemia oculta no interior de SP

Cardoso Advogados Associados > Covid  > Pesquisadores da USP identificam endemia oculta no interior de SP

Pesquisadores da USP identificam endemia oculta no interior de SP

Pesquisadores da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP desenvolveram um questionário para rastrear casos suspeitos de hanseníase, anteriormente conhecido como lepra, e identificaram uma possível endemia oculta em Jardinópolis, cidade do interior de São Paulo.

  • Quer saber como a inovação pode ajudar o seu negócio? Faça o curso Inovação na Prática

Foram distribuídos 3.241 questionários em Jardinópolis e 32,5% dos entrevistados apresentaram um ou mais sintomas da doença.

Depois, os pesquisadores analisaram 479 casos identificados através das perguntas e confirmaram 64 casos de hanseníase. No geral, a detectação de novos casos foi de 13,4%.

O Questionário de Suspeição de Hanseníase tem 14 questões relacionadas aos sintomas da doença e investigação sobre histórico familiar.

As perguntas estão disponíveis gratuitamente neste link e foram desenvolvidas pelo médico e doutorando Fred Bernardes Filho e o professor Marco Andrey Cipriani Frade, ambos da FMRP.

O que é endemia?

A endemia é quando uma doença atinge a população de uma região geográfica específica. Um exemplo é a dengue, que passa por ciclos endêmicos em algumas áreas do Brasil.

Os casos foram identificados no Estado de São Paulo, região considerada não endêmica. Para Bernardes Filho, a descoberta segue como um alerta para formuladores de política.

“Os municípios só serão capazes de quebrar as cadeias de transmissão e demonstrar que controlaram a hanseníase por meio da detecção de casos através de profissionais qualificados e treinados para reconhecer todas as formas clínicas da hanseníase”, disse Bernardes Filho ao Jornal da USP, que também ressalta a importância de acompanhamento clínico dos pacientes.

O que é hanseníase?

A hanseníase é uma das doenças infecciosas mais antigas do mundo, causada pela bactéria Mycobacterium leprae ou bacilo de Hansen. Ela é transmitida através de gotículas de saliva e era anteriormente conhecida como lepra.

Dentre os sintomas da hanseníase, estão:

  • Manchas e machucados na pele;
  • Dores nas articulações, pé ou olhos;
  • Formigamento;
  • Redução na sensação de tato, temperatura e dor.

A doença tem cura e medicamentos disponíveis em unidades de saúde, mas pode deixar saquelas caso não seja identificada e tratada, como cegueira e incapacidade física.

  • Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.