a
Todos os direitos reservados 2022
Cardoso & Advogados Associados
.
CNPJ 24.723.912/0001-50

9:00 - 18:00

Abrimos de Segunda - Sexta.

(21) 3189-6625

Aguardamos pelo seu contato

Search
Menu

Canal Futura estreia programação infantil com conteúdo de diversas partes do mundo

Cardoso Advogados Associados > Blog Cadv  > Artigos Jurídicos  > Legislação  > Canal Futura estreia programação infantil com conteúdo de diversas partes do mundo

Canal Futura estreia programação infantil com conteúdo de diversas partes do mundo

[ad_1]


Faixa educativa abordará temas como cultura, diversidade e inovação, e marca ação da Fundação Roberto Marinho no apoio às famílias em um momento de desafios para o ensino
Divulgação
A Fundação Roberto Marinho reforça suas iniciativas de apoio à educação infantil com o lançamento de uma nova faixa de programação no Canal Futura. Com estreia nesta segunda-feira, 5 de abril, a faixa infantil terá conteúdo inédito, com animações, séries e programas de diversas partes do mundo, organizados de acordo com a idade – de 3 a 7 anos e de 8 a 12 anos. Assuntos como diversidade, inclusão, cultura, inovação, convivência na escola, resolução de conflitos, relações familiares e empatia terão uma abordagem lúdica e adequada a cada faixa etária.
A nova grade terá dois horários: de segunda-feira a domingo, das 7h às 9h, e de segunda a sexta-feira, das 17h às 18h. A distribuição multiplataforma do Canal Futura permite assistir também pelos Canais Globo e Globoplay, com acesso gratuito.
A iniciativa é mais uma ação da Fundação Roberto Marinho para apoiar as famílias e atenuar dificuldades educacionais em meio aos desafios enfrentados pelos sistemas de ensino devido às restrições exigidas pelo combate ao coronavírus. Com este lançamento, a Fundação vai atender a todas as faixas de idades, da primeira infância aos jovens do Ensino Médio.
“A infância é um momento fundamental para atuar contra a defasagem na aprendizagem e no desenvolvimento. Observando os índices educacionais, vemos que a reprovação e o abandono são mais elevados no 3º ano do Ensino Fundamental e na transição dos anos iniciais para os anos finais. É aí que as crianças começam a ser deixadas para trás. Entendemos que é importante agir logo, desde cedo, para redefinir sua trajetória na Educação”, analisa Wilson Risolia, secretário-geral da Fundação Roberto Marinho.
A programação foi desenvolvida por uma equipe multidisciplinar da Fundação Roberto Marinho, em parceria com a consultoria Singular – Mídia e Conteúdo, e oferece um olhar sobre outras culturas. A animação nigeriana “Bino & Fino”; as séries colombianas “Minhas Brincadeiras” e “Cienciheróis”; a argentina “Neuroquê?” e a ficção australiana “Primeiro Dia” fazem parte da grade.
Um dos destaques é a coprodução internacional “O dia em que me tornei mais forte”, iniciativa da instituição alemã Prix Jeunesse, que envolve mais de 15 países de todo o mundo – no Brasil, o Futura é parceiro exclusivo do projeto e produziu dois episódios, passados na Amazônia e em São Paulo, com crianças selecionadas a partir de fóruns e grupos de pesquisa. A série fala sobre resiliência a partir de histórias reais vividas por crianças, e no Brasil ganhou versão inédita da música-tema, gravada pela cantora Fernanda Takai.
Entre as produções brasileiras estão ainda animações como “Aventuras de Amí”, da Bahia – que conta com a dublagem da jornalista e influenciadora digital Tia Má; e “Bia Desenha”, de Pernambuco, além da série de ficção “Tabuh!”, que aborda temas sensíveis como morte e sexualidade.

[ad_2]

Source link

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.