a
Todos os direitos reservados 2022
Cardoso & Advogados Associados
.
CNPJ 24.723.912/0001-50

9:00 - 18:00

Abrimos de Segunda - Sexta.

(21) 3189-6625

Aguardamos pelo seu contato

Search
Menu

Dallagnol: Políticos envolvidos com corrupção retomaram espaços de poder

Cardoso Advogados Associados > Blog Cadv  > Artigos Jurídicos  > Legislação  > Dallagnol: Políticos envolvidos com corrupção retomaram espaços de poder

Dallagnol: Políticos envolvidos com corrupção retomaram espaços de poder

[ad_1]


Força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba foi dissolvida e passou a atuar integrada ao Gaeco O procurador da República Deltan Dallagnol, ex-coordenador da Lava-Jato em Curitiba, afirmou que “políticos envolvidos com a corrupção retomaram espaços de poder” e que, atualmente, há “uma certa apatia ou mesmo cinismo” no país.

“Não houve mudanças sistêmicas e estruturais necessárias para fortalecer a integridade no país e, paulatinamente, agentes e partidos políticos envolvidos com a corrupção retomaram espaços de poder”, disse Dallagnol em mensagem publicada no Twitter neste sábado.
Initial plugin text

Segundo o procurador, “há uma certa apatia ou mesmo cinismo, que não nos levarão a lugar algum que seja bom”. “É preciso sermos realistas, mas mantermos a esperança e o bom combate.”

Ele também voltou a afirmar que a Lava-Jato é apoiada por uma grande parcela dos brasileiros: “O apoio de 80% da sociedade à Lava-Jato mostra que existe uma demanda clara por mais justiça e integridade, que deve ser canalizada de algum modo para transformação”.

Para o procurador, “em muitos lugares a grande corrupção reduziu como fruto de amadurecimento geracional e civilizatório”. Segundo ele, o combate aos malfeitos tem de ser “um trabalho permanente”.

Deltan Dallagnol, ex-coordenador da Lava-Jato em Curitiba
Guilherme Pupo/Valor
No início do mês, a força-tarefa do Paraná, que atuava desde 2014, foi dissolvida e passou a atuar de maneira integrada com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Estado.

A Lava-Jato também sofreu um novo revés na semana passada, após o Supremo Tribunal Federal (STF) confirmar a decisão que deu acesso ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva às mensagens recolhidas na Operação Spoofing.

O material inclui trocas de mensagens de Dallagnol com o então juiz Sergio Moro, além de outros integrantes da força-tarefa paranaense.

[ad_2]

Source link

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.