a
Philipe Cardoso Sociedade Individual de Advocacia
CNPJ. 24.723.912/0001-50

Facebook

Twitter

Cardoso & Advogados Associados 2020
Todos os direitos reservados.

9:00 - 18:00

Funcionamento Seg. - Sex.

(21) 3189-6625

(21) 9.8189-6625

WhatsApp

LinkedIn

Facebook

Instagram

Search
Menu
 

Oposição pressiona e Salles comparecerá à comissão na Câmara

Cardoso & Advogados Associados > Blog Cadv  > Artigos Jurídicos  > Legislação  > Oposição pressiona e Salles comparecerá à comissão na Câmara

Oposição pressiona e Salles comparecerá à comissão na Câmara

[ad_1]


O objetivo é que o ministro do Meio Ambiente seja ouvido para prestar esclarecimentos sobre os números de desmatamento e a redução do orçamento da pasta Sob pressão de parlamentares da oposição, a presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS), Carla Zambelli (PSL-SP), informou nesta terça-feira que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, comparecerá ao colegiado na próxima semana. A audiência pública está marcada para a tarde da próxima segunda-feira e deve ter início às 13h, de acordo com a deputada bolsonarista.

O objetivo da audiência pública é que o ministro seja ouvido para prestar esclarecimentos sobre os números de desmatamento e a redução do orçamento da pasta.

Em 25 de março, os integrantes da comissão aprovaram um convite para que Salles fosse ao colegiado. Na ocasião, parlamentares da base aliada do governo de Jair Bolsonaro pediram mais tempo para definir a data, alegando que o ministro estava se dedicando para a participação do Brasil na Cúpula dos Líderes pelo Clima, que aconteceu na semana passada.

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Na última segunda-feira, o delegado da Polícia Federal (PF) Alexandre Saraiva afirmou que Salles fez uma “pseudoperícia” na madeira apreendida por uma operação na região amazônica e que isso foi suficiente para ele legitimar a ação de criminosos.
Saraiva foi exonerado do cargo de superintendente da PF do Amazonas após apresentar uma notícia-crime ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra Salles, em 14 de abril.
“O ministro do Meio Ambiente se posicionar contrariamente a um trabalho que está sendo feito em prol do meio ambiente já é ruim, mas pode ser que alguma coisa possa ser melhorada aqui ou ali. Ocorre que ele não ficou só no discurso, ele foi até a área, fez uma pseudoperícia. Ele, de 40 mil toras, conferiu duas, e disse que estava tudo certinho”, afirmou Saraiva durante uma audiência pública em comissões da Câmara.

[ad_2]

Source link

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

NA REDE